Área do Doador
Home For a Child
Brasilien Initiative
Fale Conosco: 55 (11) 3106-3851
casataiguara@casataiguara.org.br

Crack - Repensar


Casas Taiguara convidam diretor e roteirista de documentário para debater sobre o tema

Proposta do documentário busca repensar questões sobre o uso do Crack.

As Casas Taiguara exibiram o documentário – Crack Repensar, no dia 29 de março, no espaço de formação República, em São Paulo. Além da exibição, um dos diretores do filme, Rubens Passaro, e o editor e roteirista, Gustavo Leitão, realizaram um bate-papo com os participantes da mostra e com os alunos do curso de Produção Audiovisual, do programa da CTC Digital.

Produzido em 2015, o documentário possui 25 minutos de duração e propõem um novo olhar, ou melhor, um pensar e repensar sobre as questões como internação compulsória, regulação das drogas e programas de redução de danos.  O filme traz depoimentos de ex-usuários, usuários, especialistas em saúde pública, acadêmicos, psicólogos, entre outros.

A ideia surgiu do diretor Felipe Crepker Vieira ao sentir falta de um olhar que fosse diferente do que é exposto pelas campanhas antidrogas que são preconceituosas e vendem a imagem do usuário como zumbi. “Ele me apresentou um primeiro roteiro, eu me interessei bastante, conseguimos o patrocínio em um edital e começamos a pesquisar bastante e buscar pessoas que foram usuárias para expor um pouco da experiência e não somente ouvir quem estuda o tema”, comentou Rubens.

A instituição convidou o diretor para exibir e debater sobre o assunto com o objetivo de questionar como os governantes estão cuidando destas pessoas, quais as políticas públicas existentes e como a sociedade civil pode atuar para ajudar este público.  O crack não é uma questão que tem ser tratada apenas no âmbito da saúde, mas é uma questão social, é preciso ser discutido com psicólogos, sociólogos, antropólogos, entre outros.

Um dos participantes da exibição, Joroedson Marçal, coordenador geral do abrigo das Casas Taiguara e Taiguarinha, fez um trabalho etnográfico dentro da Cracolândia, e ao ver o filme, compartilhou um pouco da sua visão sobre o lugar. “Durante este trabalho, nós deixávamos as cadeiras para que as pessoas pudessem falar da vida e eram experiências belíssimas. Na minha opinião, entrar com uma proposta de trabalho é fácil e você até consegue depoimentos muito bons. Identifique-me muito com o trabalho de vocês (diretores), mas me questiono como divulgar isso? Para falar de cracolândia, de crack, você nem consegue começar”, contou Joro. 

Sobre o evento, Rubens curtiu a experiência. “Só posso agradecer a Casas Taiguara pelo espaço aberto para exibição e a todos que estavam presentes. A conversa foi muito plural e rica, desde o processo de produção do filme a diferentes vivências sobre este tema. Muito obrigado a todos”, agradeceu Rubens.

O filme está disponível no Youtube.

 

 



publicada em: 04/04/2017 12:51:22


Casas Taiguara


Todos os direitos reservados© 2015
Casa Taiguara é uma ONG, uma organização sem fins lucrativos e todas as doações são isenta de impostos.